segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Allgarve

as salinas de castro marim, vistas do castelo 
(onde já se preparava a famosa feira medieval)


- ia a contar com água muito quente, mas parece que levei o clima de sintra: água fria e vento;
- dá para reconhecer há quanto tempo as pessoas lá estão pelo tom de pele;
- está cheio de espanhóis que têm uma noção de bolha muito particular: se vir uns pés em cima da sua toalha, provavelmente são espanhóis*;
- tem pessoas mais produzidas para jantar num sítio que se chama zé da tasca** do que no bar de praia pézinhos n'areia;
- na mesma praia (praia verde) encontrei um camaleão e encontrei avisos sobre os mesmos na ilha de tavira;
- detestei monte gordo, parece-me a tapada das mercês mas em frente à praia, e representa tudo o que mais detesto no algarve;
- adorei tudo o resto: castro marim, vila real de santo antónio, tavira e até vilamoura;
- pensei que ia encontrar muito bom peixe grelhado e já vi que não: chocos, bacalhau e bifes de atum comam-nos vocês***;
- o mundo é pequeno: fomos ao hospital lá e o médico que nos atendeu tinha vivido na nossa rua até aos 30 anos;
- as portagens da A22 terão provavelmente o valor mais alto por km que já vi, o que não é muito justo para quem vive lá os outros 9 meses do ano em que o algarve não é um destino turístico e que teriam toda a vantagem em trabalhar nas cidades e viver no interior da região;
- é muito rica a diferença do algarve litoral para o algarve do interior;
- o ano passado explorei mais a zona de sagres e este ano andei mais pelo sotavento, mas quero voltar para explorar melhor o centro e interior e de preferência sem ser em agosto.


* apesar de pessoalmente não ter nenhuma embirração pessoal com espanhóis, muito pelo contrário.
** a julgar pelos olhares reprovadores na fila, cometi o erro de ir para lá directa da praia.
*** vá, comi uma vez peixe espada grelhado, com o dobro da dose normal.

6 comentários:

  1. Montegordo é como a tapada das Mercês porquê?

    É o meu destino de férias desde criança e adoro. A melhor água e areal do Algarve.
    Sim, em Agosto é caótico, por isso é que eu vou noutras alturas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sobretudo pelos muitos prédios e muitos carros. não experimentei a praia, na verdade dei voltas e voltas a tentar estacionar e todos os parques estavam cheios. tenho uma amiga que vai para lá todos os anos com a família e adora, mas achei tudo muito confuso e turístico.
      espero que apanhes melhor água que eu, estava gelada!

      Eliminar
  2. Eu fui no final de Junho e estava quase a temperatura digna de caraíbas.

    Sim, em Agosto é terrível e dificilmente me apanham lá.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. parece que agora está quente outra vez :/

      Eliminar
  3. Estou contigo em relação a Monte Gordo...
    Gostava de experimentar Altura, Tavira, Castro Marim, Praia Verde... Ainda andei a pesquisar mas os preços para o tipo de alojamento que queria eram incompatíveis com a minha carteira. Talvez para o ano :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mesmo em setembro? eu achei tudo muito caro, mas no booking restavam-me muito poucas opções livres para a primeira quinzena de agosto. de futuro acho que não volto a alugar alojamento que não tenha cozinha, gastei imenso dinheiro em refeições fora, demasiado caras para a qualidade que tinham.

      Eliminar

Digo eu de que: