quarta-feira, 6 de maio de 2015

Oh tempo volta para trás

Tirei a tarde para estudar. Saio do emprego, sem almocar e vou para casa. O comboio fica parado em entrecampos mil anos porque as portas não abrem e portanto ninguém sai, ninguém entra e não vamos a lado nenhum. Dois adolescentes riam-se às gargalhadas com a insistência de quem de dentro tentava impacientemente sair e por quem de fora e sem perceber o que se estava a passar, insistia em tentar abrir a porta. Eu respirava fundo e tentava ler as mil e quinhentas coisas que tenho para estudar enquanto pensava na puta de sorte de ter que apanhar a porra do comboio com portas avariadas. E fiquei a pensar onde é que deixei de ser a adolescente que se ri para passar a ser a adulto impaciente. Olha se calhar quando comecei a trabalhar.

4 comentários:

  1. ya, já tantas vezes pensei o mesmo, em outras situações. Quando é que atravessei essa linha em que passei de pessoa despreocupada e desleixada para alguém que se importa? não sei bem, sinceramente, mas não me importo nada de já a ter ultrapassado :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois mas a verdade é que também não me adiantava nada irritar-me com a situação..

      Eliminar
  2. Tenho quase a certeza que foi quando comecei a trabalhar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim.. ou por outro, a falta de tempo livre.

      Eliminar

Digo eu de que: