quarta-feira, 31 de agosto de 2016

O novo tens-que-ter

A conversa insistente sobre ainda não ter filhos é um clássico e era expectável. O que tem sido surpreendente para mim, é a quantidade de gente que insiste que tenho que conduzir e que pergunta cada vez que me vê se já comecei a conduzir.

Aparentemente, uma pessoa que não tem carro e se movimenta unicamente de transportes é uma ave rara.

7 comentários:

  1. Tens aqui outra ave rara (choca aí)
    Com o bónus que eu tenho filho(s), imagina o espanto, "mas como tratas das cenas dele(s) sem conduzires??? como MEU DEUS, NÃO É POSSÍVEL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :P assim ganha defesas! Eu nunca me constipo! E descobri que nem tinha filtros no AC aqui no estaminé (um luxo).

      É que às tantas sinto-me culpada de ter sempre a mesma resposta.

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Tu tens um mestrado em transportes de lisboa e arredores :P

      Eliminar
    2. Pois tenho deveria dar workshop's sobre o assunto :P ***

      Eliminar
  3. Eheh, qq coisa que afaste as pessoas obcecadas com o uso que dou ao útero e a outras coisas, para mim é óptimo.
    Pessoalmente adoro conduzir. Mas gostava tanto, tanto de não ter que conduzir todos os dias de casa para o trabalho. Ia ler tantos livros nos transportes. Infelizmente o horário e os transportes existentes não são compatíveis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É onde leio mais :) E é um sítio onde me concentro bastante, já cheguei a levar impressões aqui do trabalho, para pensar em coisas que aqui no estaminé não estou a conseguir resolver.

      Eliminar

Digo eu de que: